Hugo Basaúla sofre duro golpe em S. Quintino

Publicado em 17 de Abril, 2017 Hugo Basaúla sofre duro golpe em S. Quintino

O conhecido traçado do Crossódromo de Casais de S. Quintino acolheu no passado fim-de-semana a quarta de oito rondas pontuáveis para o Campeonato Nacional de Motocross 2017. Esta jornada “pascal” na rápida pista de Sobral de Monte Agraço, ficou marcada pela forte adesão por parte do público e pilotos em competição. Com as cores da B747 Kawasaki estavam os habituais Hugo Basaúla - categoria MX1|Elite e ainda Afonso Gomes na classe de Iniciados.

O jovem Afonso Gomes foi sexto classificado nos treinos cronometrados e quinto respectivamente na primeira manga do dia. Já na segunda manga demonstrou um excelente andamento, averbando uma vez mais o brilhante quinto lugar. Com este resultado Gomes saí de S. Quintino com a quinta posição em termos de Campeonato. “Sem dúvida que este foi o resultado mais consistente desta temporada. Senti-me bem e consegui aguentar-me num ritmo bom. Cada corrida este ano serve para aprender um pouco mais e conquistar o maior número de pontos possíveis. Quero aproveitar para agradecer aos meus pais e restante família pelo apoio!”

No rápido traçado sobralense Basaúla procurava recuperar da dupla desistência na jornada anterior, começando a demonstrar esse objetivo logo pela manhã com a vitória nos treinos livres. Infelizmente o piloto Monster Energy tem sentido algumas dores nos antebraços (arm-pump) e na primeira manga apesar de liderar quase metade da mesma, não conseguiu ir além da 4ª posição. Já na derradeira final do dia Basaúla assume a liderança à passagem da segunda volta. Com apenas duas voltas para cumprir e em animado duelo com os seus adversários diretos, o piloto Kasawaki sofre toque quando rodava a grande velocidade e não evita uma queda aparatosa. Ainda assim e com bastante esforço, Basaúla corta a meta na quarta posição.

No final visivelmente transtornado com este desfecho, o atual Campeão Nacional comentou: “Na primeira manga arranquei muito bem mas senti o mesmo problema nos braços, tendo ficado longe da vitória. Já na segunda, arranquei novamente bastante bem, senti me forte e fui gerindo a corrida. Nas últimas voltas e ao perder algum tempo, o meu mais direto adversário encostou-se e com uma atitude pouco desportiva poderia ter acabado com a minha época. Acima de qualquer resultado, somos pessoas adultas e conscientes…Devemos perceber o que podemos fazer, num traçado bastante rápido e onde uma queda pode ter consequências graves. As atitudes ficam com quem as toma e agora é tempo de recuperar e levantar a cabeça. Aproveito para agradecer a todos aqueles que manifestaram a sua preocupação comigo e também a todos os patrocinadores da equipa. O que não nos mata, torna-nos mais fortes”.

O Campeonato regressa agora no próximo dia 30 de Abril com a quinta jornada a decorrer no Crossódromo do Granho – Ribatejo.

Estas e outras informações em: https://www.facebook.com/HBasaula

Texto: Evo-press
Fotos: Kevin Raposo