Luís Oliveira muito perto da vitória

Publicado em 01 de Novembro, 2017 Luís Oliveira muito perto da vitória

A 31ª edição da mais mediática prova todo-o-terreno em solo português realizou-se nos passados dias 26, 27 e 28 de Outubro. A edição 2017 da Baja Portalegre 500 à semelhança da edição passada contou com um desfile de pilotos na quinta-feira à noite, bem no centro da cidade de Portalegre. Foram muitos aqueles que compareceram no Alto Alentejo para apoiarem Luís Oliveira. Regressado do Brasil e bastante motivado, o piloto de Sintra trazia na “bagagem” mais dois títulos de enduro, sendo ainda um candidato à vitória nas rápidas pistas alentejanas – vencedor das duas últimas edições.

No primeiro dia de competição, num prólogo com aproximadamente quatro quilómetros na Herdade das Coutadas, Luís Oliveira demonstrou um excelente andamento aos comandos da sua Honda CRF 450 RX – 2º melhor tempo a apenas 2 segundos do líder de prova. Já nos 76 km´s realizados na tarde de sexta-feira, o piloto apesar de ter sentido algumas dificuldades de visibilidade com o muito pó, garantiu novo 2º lugar - +11 segundos.

No derradeiro dia de competição e totalmente ao ataque, Luís Oliveira demonstrou todo o seu potencial e ganhava segundos importantes ao seu mais direto adversário. Infelizmente e já com apenas 50 km´s por cumprir, um problema eléctrico condicionava a progressão do piloto, que apenas conseguiu “segurar” o segundo lugar final.

No final no Crato, Oliveira comentou: “Esta prova de uma forma geral correu bem. Dei o meu melhor, apesar de ter a perfeita noção que tive pouco tempo para preparar esta baja. Foi uma prova exigente, com um piso bastante duro e muito pó. Mesmo não tendo garantido a terceira vitória consecutiva, penso que terminei o ano de uma forma positiva. Na fase final da prova, tive um pequeno contratempo com a mota, tendo sido impossível lutar pela vitória. Aproveito para agradecer a todos aqueles que me apoiaram para estar em Portalegre, em especial aos mecânicos que trabalharam arduamente para que tudo estivesse a 100%, mas as corridas são mesmo assim. Um abraço enorme para todos os que me apoiaram ao longo de tantos quilómetros”.

E no bonito palco de Portalegre, termina assim mais uma temporada bastante competitiva para o piloto que recentemente se sagrou novamente Campeão Brasileiro de Enduro. Luís Oliveira apesar das vitórias, teve um ano duro, com algumas lesões, no entanto demonstrou uma vez mais o porquê de ser um dos mais rápidos pilotos portugueses da atualidade.

Texto: Evo-press
Fotos: Photo Tiago Pires